Cambé comemora Dia da Soka Gakkai

por Administrador última modificação 13/04/2016 11h58

A Soka Gakkai destaca-se por ser um organismo internacional budista de difusão da paz, da solidariedade, da cultura, da Educação e do meio ambiente e de outras iniciativas que visam a melhoria das relações humanas.

Em igualdade de méritos com outros organismos de propagação dos mesmos princípios, principalmente os ligados às Igrejas Cristãs, como a Católica, a Protestante e as Evangélicas, a Câmara Municipal de Cambé também já rendeu as homenagens devidas, pelos relevantes trabalhos então prestados por todas elas nos últimos anos.

A Soka Gakkai  fundada no Japão em 18 de novembro de 1930 pelo educador Tsunessaburo Mikiguti, é embasada na filosofia humanista do budismo que tinha como objetivo resgatar a dignidade do povo japonês sofrida pelos males da guerra. Os ideais humanísticos  e pacifistas de Makiguti foram herdados pelo seu discípulo e sucessor Jossei Toda que assumiu  a presidência em 03 de maio de 1951.

Jossei Toda, também educador, criticou e lutou arduamente contra a guerra, expandiu rapidamente a Soka Gakkai  no Japão e idealizou vários projetos educacionais e culturais. Seus anseios foram realizados pelo discípulo e 3º presidente da Soka Gakkai, Daisaku Ikeda.

O Presidente Ikeda assumiu a liderança da Soka Gakkai em 03 de maio de 1960, data em que se deu um grande marco e um início de um avanço inimaginável.

Daisaku Ikeda inicia em 1960 a expansão da Soka Gakkai em vários paises e entre os primeiros,o Brasil.

Em 1975 a Soka Gakkai torna-se Soka Gakkai Internacional.

Desde 1978, Ikeda envia às Nações Unidas, propostas de paz enfocando temas diversos, como a necessidade de desarmamento nuclear, da proteção ambiental, da proteção dos direitos humanos, da democratização de regimes totalitários, do diálogo entre culturas, entre outras.

Presente hoje em quase 200 países e territórios, a SGI é reconhecida internacionalmente como entidade promotora da paz, da cultura, da educação e do meio ambiente. Suas ações em escala global fizeram-na uma organização não governamental, vindo a filiar-se às Nações Unidas em 1981, onde ocupa, desde então, uma posição consultiva no Alto Comissariado das Nações Unidas para refugiados e, a partir de 1983, no Conselho Econômico Social. Em 1989 passou a integrar o corpo consultivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Entre suas ações destacam-se o auxílio aos refugiados de guerra em vários paises; realização de exposições internacionais com “Armas Nucleares”, uma ameaça ao nosso mundo; Direitos Humanos: Direitos de todos, a exposição de desenhos das crianças e do mundo, exibida em Cambé no ano 2000.

Além dessa atividades, o líder da Soka Gakkai, Dr. Ikeda, fundou uma série de entidades culturais, como Universidade Soka no Japão e Estados Unidos, Museu da Arte Fuji, Associação de Concertos Min-on e o Salão Literário Victor Hugo em Paris. Aqui no Brasil, fundou o Centro de Pesquisas da Amazônia em Manaus. Ao longo desses anos o Dr. Ikeda vem dialogando incansavelmente com os grandes líderes e pensadores mundiais, difundindo seus ideais de paz, humanismo e justiça.

Por essa luta, tem sido reconhecido mundialmente e são inúmeras as homenagens que tem recebido em diversos campos culturais e educacionais. Em Londrina, recebeu várias homenagens, destacando dentre elas o Título de Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Londrina e da Unopar – Universidade Norte do Paraná. Em Cambé foi agraciado com o Título de Amigo da Cidade e em 2004 homenageado com o nome da Pré-Escola Dr. Daisaku Ikeda.

Hoje, por toda a amplitude e profundidade do movimento Soka Gakkai Internacional e pala magnitude do Dr. Ikeda, podemos dizer que de fato o dia 03 de maio de 1960, quando assumiu a liderança, marca não só a história de uma entidade, mas marca o desbravar de uma luta pela paz, educação, cultura e meio ambiente.




soka1



soka2



soka3



soka4