Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Noticias / 2021 / Edital de contratação de clínica veterinária precisa ter serviço melhor detalhado

Edital de contratação de clínica veterinária precisa ter serviço melhor detalhado

por celia publicado 06/10/2021 16h35, última modificação 14/01/2022 11h41
Grupo de vereadores analisou edital e concluiu que mudanças são necessárias para garantir qualidade do serviço
Edital de contratação de clínica veterinária  precisa ter serviço melhor detalhado

imagem ilustrativa

 06/10/2021

Na última segunda-feira os vereadores Lucas Mil Grau, Ademilson, Galego e Igor Mateus protocolaram um ofício solicitando que a prefeitura faça adequações no edital de licitação para a contratação de clínica veterinária para castração cirúrgica e outros serviços.  Requerem o melhor detalhamento dos serviços que serão prestados. “O edital precisa prever tudo o que diz respeito a prestação do serviço para evitar problemas que já ocorreram nas gestões passadas “, explica o vereador Lucas Mil Grau, que participa do Conselho Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal de Cambé.

Em reunião realizada na Câmara, há cerca de 15 dias, com a participação de todos os vereadores, os protetores que atuam em Cambé,  demonstraram preocupação com o processo licitatório. Na ocasião os vereadores Ademilson, Igor Mateus e Galego se comprometeram a representar a Câmara e atuar, junto com Lucas Mil Grau, pela causa animal. E assumiram o compromisso de estudar o documento, propor as mudanças necessárias e atuar na fiscalização em conjunto com a prefeitura.

“Nós estudamos o texto atual e realmente entendemos que da forma como está, a prefeitura perde ferramentas para cobrar a qualidade do serviço. Por isso é importante encontrar a forma correta de incluir o detalhamento e a descrição dos medicamentos e materiais que serão usados nas cirurgias”, explica o vereador Igor Mateus.

Para os vereadores é preciso estabelecer já no edital que a empresa terá de apresentar um relatório mensal contendo o registro de cada procedimento com especificação das dosagens e composição dos medicamentos e materiais utilizados, com fotos, identificação da ONG/ protetor e assinatura do responsável pelo animal.  A documentação, afirma o vereador Galego vai facilitar a fiscalização do contrato e trazer mais transparência para o processo.

O vereador Ademilson, explica que outro ponto importante é garantir o aumento do número de castrações no novo contrato. Ele argumenta que, o volume de animais abandonados na cidade vem aumentando consideravelmente e que a castração é uma das ferramentas que o poder público tem para minimizar a situação.  Ele conta que no último contrato estavam previstas 25 castrações por mês, mas afirma ser um número insuficiente. “Mas só castrar não resolve, o poder público precisa atuar na conscientização das pessoas e proprietários de animais”, afirma.

 

registrado em: , ,