Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Campanha da Fraternidade: D. Geremias confirma participação na audiência pública da Câmara de Cambé / Representantes de entidades vão promover campanha proibindo venda de “armas” de brinquedo na cidade

Representantes de entidades vão promover campanha proibindo venda de “armas” de brinquedo na cidade

por elis — última modificação 13/04/2016 12h04

A cidade já conta com a Lei 1.699/2003 em vigor, que tem esse objetivo.

 

A reunião foi realizada no dia 29 na Câmara de Vereadores de Cambé e contou com as representantes das Psicólogas da Vara da Infância e Juventude, Joana Segantin Esteves e Bárbara V. Bonfim, do Vereador Paulo Soares, Presidente da Câmara Municipal e também  de representantes da Secretaria de Educação, CREAS Medidas Socioeducativas, CREAS Acolhimento, Associação Comercial, Secretaria de Meio Ambiente, Assessora para Assuntos da Juventude, Fiscal da Secretaria Municipal de Fazenda, Vigilância Sanitária, o Presidente do Conselho Tutelar  e membros da ONG Londrina Pazeando.

 

NECESSIDADE DA AÇÃO

 

O setor técnico do Fórum da Comarca de Cambé, em atendimento à Vara da Infância e Juventude, trabalha com processos de adolescentes que cometeram atos infracionais, entre os quais esporadicamente verifica-se o envolvimento em roubo utilizando “simulacros”. Estas armas de brinquedo, réplicas de originais, são utilizadas em atos de roubo a estabelecimentos comerciais e pedestres.

 

Cabe salientar que no mês de março deste ano, o setor técnico recebeu no curto período de duas semanas, cinco processos de adolescentes que haviam efetuado roubo utilizando simulacro. Isto suscitou reflexão sobre a questão e formas de diminuir tais ocorrências. Questionando os adolescentes sobre onde haviam comprado os simulacros, informaram que são vendidos em diversos bazares da cidade de Cambé.

 

Em diálogo com representantes do COMPAZ, foi informado que na cidade de Londrina, juntamente com fiscais da prefeitura, um grupo de voluntários auxilia na conscientização dos estabelecimentos comerciais que vendem brinquedos sobre a importância de não ser estimulada uma cultura bélica entre crianças e jovens, mencionando a realidade de uso criminoso destas armas. Pontuou que a lei da cidade passou (em 2011) por atualização e há alguns anos é concedido um selo, aos estabelecimentos que cumprem com a legislação.  

 

Considerando que a cidade de Cambé possui lei do ano de 2003 proibindo a venda de armas de brinquedo, verifica-se a necessidade de suscitar um grupo voluntário para auxiliar na conscientização da população e dos estabelecimentos comerciais.

 

Ao final da reunião ficou decidido uma ação de visita à lojistas no próximo mês de julho, bem como proposta de atualização da Lei propondo o selo  e até de se estudar a criação de um COMPAZ Conselho Municipal de Cultura de Paz  de Cambé. Os conselheiros de Londrina se colocaram a disposição para colaborar com a comissão organizadora destas ações.

    



Rádio Legislativa
If your video does not start playing shortly, please ensure that you have JavaScript enabled and the latest version of Adobe Flash Player (http://www.adobe.com/products/flashplayer/) installed.
Audio Player
More…
Pesquisa de Opinião

Qual o melhor veículo de comunicação para você acompanhar as sessões ordinárias AO VIVO?

FACEBOOK
YOUTUBE
TV
RÁDIO
SITE CÂMARA
spinner
Total de votos: 448
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo