Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Noticias / Vereadores apresentam pedidos para Secretaria de Saúde

Vereadores apresentam pedidos para Secretaria de Saúde

por celia publicado 27/05/2022 14h20, última modificação 01/06/2022 14h24
Os pedidos foram feitos durante a Audiência Pública da Saúde realizada no plenário da Câmara ontem de manhã
Vereadores apresentam pedidos para Secretaria de Saúde

A Secretária de Saúde, Adriane Bertan e sua equipe apresentaram os números e responderam às perguntas dos vereadores e participantes

Os vereadores aproveitaram a Audiência Pública da Saúde para esclarecer dúvidas e apresentar pedidos. Entre as principais reivindicações apresentadas estão: mais médicos para a UPA e 24 Horas; investir em buscar soluções  para a demora de atendimento na UPA e no 24 horas; amplificação do combate ao avanço da dengue com mais conscientização e fumacê nos bairros; utilização de novos espaços para atender demanda por hidroginástica e para oferecer mais vagas de hidroterapia e mais agilidade na ampliação e reforma dos Postos de Saúde do Novo Bandeirantes e do Jardim Silvino.

O vereador Jota Mattos solicitou à secretaria de saúde que cobre do CISMEPAR- Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema, que passe a agendar as consultas especializadas e os exames dos moradores de Cambé na cidade e não mais em Londrina. “ Além de facilitar para o paciente que não vai precisar se deslocar até o município vizinho para ser atendido, vamos valorizar os prestadores destes serviços no município, gerando mais renda e empregos na nossa cidade”, reforçou.

Só no primeiro quadrimestre o município respondeu por 15.290 procedimentos (consultas e outros) no CISMEPAR. Os vereadores deverão elaborar um documento formalizando o pedido. A secretária de saúde, Adriane Bertan, explicou que este documento será apresentado em uma próxima reunião com o Consórcio e vai reforçar um pedido da própria prefeitura que, segundo ela, vem sendo feito repetidamente. 

O vereador Lucas Mil Grau demonstrou preocupação com o aumento da dengue e questionou sobre quais  ações o município pretende desenvolver para combater ao avanço da doença. Só este ano 32 pessoas morreram e 8 mil casos já estão confirmados no Estado. A secretaria municipal informou que já está fazendo o acompanhamento epidemiológico da infestação do mosquito transmissor.

Segundo a secretaria de Saúde, paralelamente ao atendimento individual e testagem, ainda este mês, serão realizadas operações de limpeza e conscientização nas regiões onde a situação é mais grave.  A região do Centro e Cambé 2 serão os primeiros a receber a operação limpeza, no dia 28 deste mês. Depois virão o Guarani e o Cristal; Jardim São Paulo e Santo Amaro; Silvino; Ana Rosa e Cambé 4. A operação vai acontecer por região e as datas serão amplamente divulgadas para que a população possa participar.